Revista Veja divulga mensagens e áudios trocados entre Bebianno e Bolsonaro; Ouça a conversa

Mensagens e áudios reveladas pela Revista Veja hoje mostram que, de fato, houve uma conversa via WhatsApp entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o então secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, na terça-feira da semana passada.

As mensagens escritas e os áudios foram trocados por WhatsApp e revelam alguns tópicos discutidos: uma visita do vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo, a viagem de Bebianno junto aos ministros Ricardo Salles e Damares Alves à Amazônia, uma discussão sobre vazamentos para imprensa e a crise das candidaturas laranjas do PSL. 

As notícias sobre o caso

Se demitir Bebiano, Bolsonaro reconhece laranjal e terá que “demitir” o próprio filho e titular do turismo

Globo é pivô da saída de Bebiano do Planalto

Responsabilizar Bebianno por caso de laranjal é absurdo, e o presidente sabe disso

Porta-voz anuncia decisão de Bolsonaro de demitir Gustavo Bebianno

Exoneração de Bebianno é publicada no Diário Oficial da União

Segundo a revista, as informações vazadas mostram que Bolsonaro enviou ao menos três áudios para o ministro no dia.

Na última sexta-feira, o vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PSC), um dos filhos do presidente, publicou em seu Twitter um áudio chamando Bebianno de mentiroso e dizendo que a conversa não havia acontecido. A publicação foi replicada por Jair Bolsonaro, que acabou intensificando a crise no governo.

A crise desencadeou na demissão de Bebianno, que teve sua exoneração confirmada ontem. Nos áudios, Bebianno deixa claro seu antagonismo com a personalidade de Carlos Bolsonaro, se dizendo um “pacificador”. 

“Capitão, eu só prego a paz, o tempo inteiro. O tempo inteiro eu peço para a gente parar de bater nas pessoas. O tempo inteiro eu tento estabelecer uma boa relação com todo mundo.”, disse o ex-ministro. 

Nas mensagens, Bolsonaro dá a entender que trocar áudios pelo WhatsApp não é necessariamente uma conversa, reforçando o argumento de que não havia conversado com o então ministro. No mesmo áudio, o presidente acusa Bebianno de ter plantado um texto no site “O Antagonista” onde supostamente implica Bolsonaro no caso das candidaturas laranjas. 

“Ô, Gustavo, usar da… Que usou do Whatsapp para falar três vezes comigo, aí é demais da tua parte, aí é demais, e eu não vou mais responder a você. Outra coisa, eu sei que você manda lá no Antagonista, a nota (sobre Bolsonaro não atender Bebianno) foi pregada lá. Dias antes, você pregou uma nota que tentou falar comigo e não conseguiu no domingo. Eu sabia qual era a intenção, era exatamente dizer que conversou comigo e que está tudo muito bem, então faz o favor, ou você restabelece a verdade ou não tem conversa a partir daqui pra frente.”

Ouça os áudios

——————

Visite as nossas páginas no FacebookTwitterInstagramFlipboard e SoundCloud!

Entre em contato com o Direto da Redação, mande sua notícia com fotos e vídeos, críticas ou elogios pelo WhatsApp: (69) 98108-7293

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.