O efeito Ramagem

O ex-chefe da segurança de Jair Bolsonaro nem chegou a ser nomeado para o cargo de comando na Polícia Federal (PF) e já vai sofrer resistências. Além da proximidade com o próprio presidente, consta que Ramagem é amigão dos filhos do presidente. Questionado sobre as pretensões a resposta foi “E daí?”

Alexandre Ramagem já tem a vista a resistência do Movimento Brasil Livre (MBL) e do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) que preparam ações populares distintas para impedir a nomeação do atual diretor da Abin para o cargo de diretor-geral da PF.

Bolsonaro conseguiu alinhar a esquerda e à direita em um feito inédito, nunca visto na história deste país.

Fica cada vez mais difícil ser contorcionista e defender o governo. Ao que parece a Bolsonaro irá restar a companhia de figuras como a de Roberto Jefferson e o centrão a quem o presidente terá que se unir para salvar a pele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.