PGR vai ouvir empresário que acusou Flávio Bolsonaro de ter sido informado de operação da PF

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu que a Polícia Federal (PF) que tome o depoimento do empresário Paulo Marinho. Marinho afirmou que o senador Flávio Bolsonaro teria sido informado antecipadamente sobre a Operação Furna da Onça.

A operação revelou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão na conta de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio.

O pedido foi feito no âmbito do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) que apura se o pai de Flávio, o presidente Jair Bolsonaro, tentou interferir politicamente na PF.

Flávio afirmou que o ex-aliado e seu suplente na cadeira do Senado Federal “Tem interesse em prejudicar” a ele.

Ouça mais comentários também pelo Spotify, Deezer, Apple Podcasts e Google Podcasts.

Visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram, Flipboard e SoundCloud.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.