Medicamentos manipulados podem ser oferecidos em unidades de saúde da capital durante pandemia

O vereador Alan Queiroz (PSDB) apresentou ao Plenário da Câmara Municipal de Porto Velho (CMPV), que trabalha virtualmente, e conseguiu a aprovação de um Projeto de Lei (PL) que prevê a distribuição de medicamentos manipulados nas unidades de saúde durante os períodos de pandemia ou epidemia.

O projeto autoriza, mas não obriga o executivo a cumprir a medida. O objetivo do PL é “garantir regular tratamento” aos pacientes.

Pelo projeto não será permitida a instalação de farmácias de manipulação pelo município. O fornecimento dos medicamentos só será permitido por meio de receita médica.

Veja o vídeo


Visite as nossas páginas no FacebookTwitterInstagramFlipboard e SoundCloud.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.