Campanha alerta sobre os riscos de exposição de crianças na internet

O Tarde Nacional – Amazônia falou sobre a campanha #NavegarNumaBoa, lançada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). A iniciativa tem o objetivo de conscientizar as famílias sobre os riscos de exposição de crianças na internet.

A entrevistada foi a Secretária Nacional da Família, Angela Gandra.

Ela explicou que, além de alertar os pais para que estejam mais cientes do conteúdo que seus filhos estão acessando pela internet, a campanha busca fortalecer os vínculos familiares por meio do compartilhamento de conteúdo tecnológico.

“Não é falta de respeito ou liberdade, mas é uma troca de ideias, um compartilhamento, um poder explicar e poder dizer: filho, o que vc viu na internet hoje? O que você aprendeu? Por outro lado, a gente não quer demonizar a internet, as tecnologias, porque são maravilhosas. Nós queremos um bom uso, um uso moderado, inteligente. Por exemplo, nós vimos agora na pandemia, quanto bom uso foi feito para solidariedade intergeracional… Para ligar para um avô, para fazer uma chamada de vídeo… Nós queremos que a tecnologia una as pessoas e não as separe”.

Angela Gandra – Secretária Nacional da Família


Angela Gandra falou também da importância do protagonismo dos pais na educação dos filhos e da imposição de limites razoáveis para as crianças.

Confira a entrevista na íntegra


Visite as nossas páginas no FacebookTwitterInstagramFlipboard e SoundCloud.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.