Ernesto Araújo é chamado de marginal após ataque a senadora

Um grupo des senadores voltou a cobrar ontem a demissão do chanceler Ernesto Araújo, cuja permanência no cargo é considerada insustentável até mesmo por integrantes do governo. Nas redes sociais, parlamentares reagiram com indignação a uma postagem do ministro, que insinuou uma ligação do Senado com o lobby chinês pelo 5G.

A presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado e citada nas mensagens, a senadora Katia Abreu (PP-TO) divulgou nota em que acusa Ernesto de mentir e o chama de marginal.

“O Brasil não pode mais continuar tendo, perante o mundo, a face de um marginal. Alguém que insiste em viver à margem do respeito às instituições”, escreveu.

Segundo assessores do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro discutiu a situação delicada de seu chanceler durante uma visita ontem ao ministro da Casa Civil, general Braga Netto. Ernesto tem reunião marcada para hoje com toda a equipe de secretários, o que foi interpretado como mais um sinal de que ele está de saída do cargo.


Visite as nossas páginas no FacebookTwitterInstagram e Flipboard. Ouça os nossos podcasts.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.